..: Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus :..


Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube

Goiânia, 20 de Outubro de 2018

Formação - Todos os demônios são iguais?

Todos os demônios são iguais?

Todos os demônios são iguais?


 

 

 

 

Já vimos que cada demônio pecou com uma determinada intensidade. Além disso, cada demônio pecou em um ou em vários pecados em especial. A rebelião teve sua raiz na soberba, porém dessa raiz nasceram outros pecados. Observamos isso muito claramente nos exorcismos; há uns demônios que pecam mais pela ira, outros pelo egoísmo, outros pela cólera, etc. Cada demônio tem sua psicologia, sua forma de ser particular. Há os falantes, os mais irônicos e depreciativos; em um aparece de modo especial a soberba, em outro o pecado do ódio, etc. Apesar de todos terem se afastado de Deus, uns se afastaram mais do que outros.


 

Temos de recordar que, como nos diz São Paulo, são nove as hierarquias de anjos. As hierarquias superiores são mais poderosas, belas e inteligentes que as inferiores. Cada anjo é completamente distinto de outro. Não há raças de anjos, para usar um termo zoológico, uma vez que cada um esgota sua espécie. Todavia, certamente é possível agrupar os anjos em distintos grandes grupos ou hierarquias, também chamadas caras, pois esses grupos formam uma espécie de coro que entoa louvores a Deus. Seu canto, certamente, não procede da voz, já que se trata mais de um louvor espiritual que emite sua vontade ao conhecer e amar a Santíssima Trindade.



De cada uma das nove hierarquias caíram anjos que se transformaram em demônios. Digamos que há demônios que são virtudes, potestades, serafins, etc. Mesmo sendo demônios, conservam intacto seu poder e inteligência.



Por tudo o que dissemos, está claro que existe uma hierarquia demoníaca. Os exorcistas comprovam que entre há os que têm poder superior sobre os outros. Em que consiste esse poder? Impossível saber, pois não se conhece como um demônio pode obrigar outro a fazer algo, dado que não existe corpo para empurrar ou forçar. Aliás, é comprovado que um demônio superior pode forçar um inferior a não sair de um corpo durante um exorcismo.  Mesmo que o inferior esteja sofrendo ou queira sair, o superior pode impedi-lo. Como um demônio pode forçar outro, sendo esse intangível, é algo que, repito, escapa à nossa compreensão.


 

Fonte: Tratado de Demonologia e manual de exorcistas (SVMMA Daemoniaca)

JOSÉ ANTÔNIO FORTEA nasceu em Barbasto (Espanha) em 1968, é sacerdote e teólogo especializado em demonologia. Pertence ao presbítero da Diocese de Alcalá de Henares (Madri). Em 1998 defendeu a sua tese de licenciatura. “O exorcismo na época atual”, orientada pelo secretário da Comissão para a Doutrina da Fé da conferência episcopal espanhola. Ele já este no Brasil em algumas ocasiões.

Data: 10/08/2018

Comentários

Subir


Facebook
Telefone: (62) 3584-3843
Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1 – Setor Expansul - Aparecida de Goiânia/GO - Brasil Cep 74986-250
Copyright © 2018 - Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.