..: Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus :..


Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube

Goiânia, 15 de Novembro de 2018

Formação - O demônio pode ter alguma tática para nos tentar?

O demônio pode ter alguma tática para nos tentar?

 

 tentar de sata

 

O demônio é um ser inteligente, não é nenhuma força ou energia. Portanto, devemos compreender que a tentação tende a ser um diálogo. Um diálogo entre a pessoa que resiste e o tentador. Se a pessoa resiste a considerar a tentação, essa não será mais que a insistência por parte do demônio, porém sem resposta de nossa parte.

 

 

O demônio pode estar ao nosso lado durante muito tempo, analisando-nos, conhecendo-nos e tentando-nos, atacando-nos em nosso ponto mais fraco. O demônio pode ser extraordinariamente pragmático, ou seja, sabe quanto tem suas possibilidades de êxito, por isso tenta somente quando sabe que tem alguma possibilidade. Se ele percebe que uma pessoa não vai cometer um pecado grande, pode tentar para que cometa algo menos grave. Se ele sabe que nem sequer isso pode conseguir, tenta só para que cometa alguma imperfeição, nem sequer um pecado. E dentro do campo da imperfeição, ele tentará aquilo que sabe que é possível. Por exemplo, ele sabe que tentar a gula a um asceta pode ser perda de tempo. Porém, o demônio sabe talvez que tem maiores possibilidades de êxito se tentá-lo para que se exceda no jejum de um modo que mais favoreça sua soberba ou de um modo que seja pior para sua saúde, etc. Outro exemplo; o que vê com melhor possibilidade é tentá-la para que prolongue o tempo de oração em detrimento do trabalho que tem obrigação de fazer.

 

 

Em outras ocasiões, o demônio atua de maneira mais realista e procure conseguir que a alma creia que já não tem mais que obedecer seu confessor, já que é um homem menos espiritual que ela mesma. O demônio não tenta de qualquer maneira, mas analisa possibilidade onde justamente o homem virtuoso crê que tem menos possibilidades.

 

 

Coloquei exemplos de tentações dirigidas a homens de oração e ascéticos, porque o homem entregue ao pecado é um homem sem proteção, sem a proteção das virtudes. Sem essas couraças, todo seu espírito apresenta múltiplos flancos desguarnecidos, expostos à ação das tentações. Se Deus não protege essas almas, qualquer uma delas pode ser combustível do fogo de suas próprias paixões, ajudado pela ação dos demônios. Por isso pedimos no Pai-nosso que nos livre do mal. Isto demonstra que, mesmo dispondo da liberdade para resistir, convém que peçamos aos Criados que nos proteja. Por essa razão, Deus nos colocou um anjo da guarda, para que as inspirações malignas sejam compensadas pelas inspirações do bem. Além disso, se alguém é tentado e ora, a tentação desaparece. Ela é incompatível com a oração. A oração cria primeiro uma barreira contra a tentação, pois nossa vontade e nossa inteligência se centram em Deus. E, se insistirmos um pouco mais, o demônio não poderá resistir e fugirá.

 

 

Deus pode tentar?

 

Este versículo nos ensina duas coisas: a primeira, que Deus não pode ser tentado. O que se pode oferecer como tentação a Deus que Ele já não O tenha? Que desfrute, que prazer, que gozo Ele já não possui? Em Deus a tentação é metafisicamente impossível, pois não tem nada a oferecer-Lhe.

 

 

A segunda coisa que nos ensina esse versículo é que Deus não tenta ninguém. Deus é bom, por isso não pode tentar ao mal. Deus só pode conduzir para o bem, nunca nos apresentará o mal como bem, nunca nos induzirá ao erro.

 

Se Deus não pode ser tentado,  por que o demônio tentou Jesus? Porque Deus feito Homem poderia, sim, ser tentado. Do mesmo modo, é impossível para Deus sofrer, mas Deus encarnado pôde sofrer.

 

Fonte: Tratado de Demonologia e manual de exorcistas (SVMMA Daemoniaca)

JOSÉ ANTÔNIO FORTEA nasceu em Barbasto (Espanha) em 1968, é sacerdote e teólogo especializado em demonologia. Pertence ao presbítero da Diocese de Alcalá de Henares (Madri). Em 1998 defendeu a sua tese de licenciatura. “O exorcismo na época atual”, orientada pelo secretário da Comissão para a Doutrina da Fé da conferência episcopal espanhola. Ele já este no Brasil em algumas ocasiões.

Data: 23/08/2018

Comentários

Subir


Facebook
Telefone: (62) 3584-3843
Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1 – Setor Expansul - Aparecida de Goiânia/GO - Brasil Cep 74986-250
Copyright © 2018 - Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.