..: Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus :..


Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube

Goiânia, 19 de Setembro de 2020

Formação - Por que razão Jesus teve uma morte tão horrível?

Por que razão Jesus teve uma morte tão horrível?

 

Uma coisa é certa : na sua humanidade, Jesus aguardava o seu sofrimento e morte na Cruz com dor e ansiedade. Ele até pediu a Deus para não deixar que isso acontecesse, enquanto rezava no jardim do Getsêmani: “ Pai, se queres,afasta de mim este cálice” (Lc 22,42).

 


Será que Ele tinha dúvidas de ser suficientemente forte para suportar este sofrimento desumano ? Porque Ele ainda estava preparado para sofrer por amor à humanidade, acrescentou: “ Não se faça a minha vontade,mas a tua” (Lc 22,42). E, assim, Jesus foi para sua morte.


 

a-crucificacao-de-jesus-cristo-742x360



Horrível



A Bíblia diz que, desta forma, Jesus nos salvou da morte e obteve o perdão pelos nossos pecados. Podemos perguntar-nos se Deus ,que é todo-poderoso,poderia nos ter redimido de outra maneira. Não sabemos a resposta, mas a oração de Jesus no Getsêmani sugere que a resposta é não. A humanidade não poderia acreditar na mensagem de Jesus de perdão e vida eterna. Considerava um insulto a Deus (ou “blasfêmia”) que Ele se chamasse a si próprio “Filho de Deus”.a disponibilidade de Jesus de dar a sua vida da forma mais horrível deu-lhes a resposta. Pela ressurreição, Deus mostrou que Jesus realmente falou em seu nome.Ele era de fato o Filho de Deus, e Deus quis realmente perdoar os pecados. O homicídio do Filho único de Deus é o maior pecado que se pssa imaginar. No entanto, Jesus perdoou aqueles que fizeram isso (Lc 23,24). Portanto, não há nenhum pecado grande demais que desfaça a aliança que Deus fez conosco por amor.



Santas Chagas



São Pedro narrou como fomos curados pelas chagas de Jesus (1Pd 2,24). Desta forma, Jesus aproximou Deus e o Homem. O sacrifício na Cruz pode ser visto como a resposta da humanidade a Deus. As cinco Santas Chagas nas mãos,pés e lado de Jesus são sinais da nossa redenção.É por isso que,por exemplo,bispo unge um altar com o crisma cinco vezes antes de ser utilizado oela primeira vez. As cinco vezes antes de ser utilizado pela primeira vez. As cinco cruzes na superfície do altar relembram-nos as cincos chagas de Cristo.


 

Jesus é o Filho de Deus ?



Antes do tempo de Jesus,os judeus já tinham falado que algumas pessoas especiais como “filhos de Deus”. Nas escrituras,Israel é chamado de “filho primogênito” de Deus (Ex 4,22).Reis foram também chamados,por vezes,filhos de Deus (Sl 2,7). No entanto, quando chamamos a Jesus o “Filho de Deus”, este não é apenas um título cultural ou honorífico.A relação entre Jesus e o Pai é diferente é diferente do nosso vínculo com Deus,porque o próprio Jesus é também Deus.Tomé,um dos Apóstolos de Jesus, conhecido como “o incrédulo Tomé”, proclamou a Jesus: “Meu Senhor e meu Deus!” (Jo 20,28).O próprio Deus chamou Jesus o seu “Filho amado” (Mt 3,17). Num dado momento, Pedro até disse a Jesus “Tu és o Messias,o Filho de Deus vivo”(Mt 16,16). E Jesus confirmou isto. Muitos dos que ouviram Jesus dizer que Ele era o “Filho de Deus” interpretaram esta expressão de forma literal. Até o quiseram apredejar por blasfêmia, dizendo: “ Tu és apenas um homem e fazes-te passar por Deus” (Jo 10,33). Eles nunca o teriam apedrejado se a expressão “Filho de Deus” fosse apenas um título honorífico. Desta forma,a Escritura confirma que Jesus como Filho de Deus é verdadeiramente Deus. A crença de que Jesus Cristo é o Filho de Deus é o critério essencial para sermos cristãos (CIC 454). No Credo niceno,falamos de Jesus ser “Deus verdadeiro de Deus verdadeiro,gerado,não criado, consubstancial ao Pai”.



Vida a partir da morte



O maior sofrimento de Jesus não foi causado pelas suas feridas físicas, mas pela desolação e rejeição que Ele experimentou na Cruz.Essa foi a maior dor. No entanto, através de todo o seu sofrimento,Ele trouxe-nos a redenção.Ele mostrou amor no preciso lugar onde era menos esperado: “Cristo ofereceu-se de uma vez por todas para tirar o pecado de muitos” (Hb  9,28). Jesus tornou-se “pecado” por nós.Foram os nossos pecados,que nos levariam para o inferno, que Ele suportou na Cruz.Jesus, o Filho de Deus, estava sem crime ou culpa. Ele permaneceu fiel e unido a Deus até o último momento (2Tm 2,13). Com o seu último suspiro ,Ele disse: “Pai.nas tuas mãos entrego o meu espírito” (Lc 23,46). Ao oferecer o seu amor a Deus,em nosso lugar, Jesus mostrou-nos, de uma maneira profundamente humana, que a vida na Terra não é a coisa mais importante que existe. Precisamente na sua disponibilidade de oferecer a sua vida por nós,Ele trouxe a verdadeira vida ao mundo.

 


E então somos reconciliados com Deus (Cl 1,20). Jesus fez uma nova aliança com o seu Pai,em nosso nome,que irá durar para sempre (Hb 9,15).

 

 

Tuitando com Deus - Padre Michel Remery

Data: 15/04/2019

Comentários

Subir


Facebook
Telefone: (62) 3584-3843
Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1 – Setor Expansul - Aparecida de Goiânia/GO - Brasil Cep 74986-250
Copyright © 2020 - Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.