..: Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus :..


Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube

Goiânia, 14 de Dezembro de 2019

Formação - O Ano Litúrgico A

O Ano Litúrgico A

O Ano litúrgico da Igreja, de doze meses, é dividido em tempos litúrgicos, onde se celebram os mistérios de Cristo, assim como os Santos. O Ano Litúrgico tem três ciclos, anos A, B e C, que se repetem. Cada ano tem uma sequência de leituras próprias. Assim, a organização das leituras próprias para cada ano dá, ao católico, a possibilidade de estudar toda a Bíblia, em suas partes mais importantes, tanto do Antigo como do Novo Testamento, desde que participe de todas as Missas diárias ou estude a Liturgia Diária nesse período de três anos. Mesmo quem só participa das Missas aos domingos, ao longo dos três anos do Ciclo litúrgico, pode meditar os principais textos bíblicos, que alimentam a fé e renovam no coração a certeza da Salvação.

 

Cada Ano Litúrgico começa com o tempo do Advento, quatros semanas antes do Natal, e termina com a Solenidade de Cristo Rei, no último domingo do Ano Litúrgico, no mês civil de novembro. A Igreja quer que as leituras bíblicas da liturgia dominical voltem a ser lidas novamente após três anos. No Ano A, lemos o Evangelho de São Mateus; no Ano B, o Evangelho de São Marcos; e no Ano C, o Evangelho de São Lucas. O Evangelho de São João é reservado para ocasiões especiais, principalmente festas e solenidades.

 

Seguindo esse Ciclo dos três anos Litúrgicos A, B e C, consegue-se ter uma grande visão de toda a Bíblia. Assim, nas celebrações dominicais são proclamados textos que falam do anúncio do Messias, da encarnação, da Sua vida pública (missão), do anúncio do Reino, dos sinais que Jesus realizou, do chamado dos discípulos etc., até culminar com Sua morte e ressurreição e, assim, se chegar à esperança da construção do Reino de Deus: a Parusia, com a solenidade de Cristo Rei do Universo.

 

 

 

 

 

O Ano Litúrgico A

 

 

 

O Ano Civil começa em 1º de Janeiro e termina em 31 de Dezembro. Já o Ano Litúrgico começa no 1º Domingo do Advento (cerca de quatro semanas antes do Natal) e termina no sábado anterior a ele. É bom saber que, o Ano litúrgico da Igreja tem também leituras bíblicas apropriadas para as celebrações de cada santo em particular. São as 15 solenidades e 25 festas, com leituras obrigatórias; as 64 memórias obrigatórias e 96 memórias facultativas, com leituras opcionais. O Calendário apresenta também 44 leituras referentes à ressurreição de Jesus Cristo, além de diversas leituras para os Santos, Doutores da Igreja, Mártires, Virgens, Pastores e Nossa Senhora.

 

Qual o Evangelho do Ano Litúrgico A?

 

O Ano Litúrgico A apresenta, nas Missas diárias, o Evangelho de São Mateus. É o primeiro que foi escrito, em Israel, e em aramaico, por volta do ano 50. Serviu de modelo para os Evangelhos de São Marcos e São Lucas. O texto de Mateus foi traduzido para o grego, tendo em vista que o mundo romano da época falava o grego. O texto aramaico de Mateus se perdeu. Já no ano 130, o Bispo Pápias, de Hierápolis, na Frígia, fala desse texto: “Mateus, por sua parte, pôs em ordem os dizeres na língua hebraica, e, depois, cada um, traduziu a eles como pôde” (Eusébio, História da Igreja III, 39,16).

 

Também Santo Irineu (†200), que foi discípulo de S. Policarpo, que, por sua vez foi discípulo de S. João evangelista, fala do Evangelho de Mateus, no século II: “Mateus compôs o Evangelho para os hebreus na sua língua, enquanto Pedro e Paulo, em Roma, pregavam o Evangelho e fundavam a Igreja” (Adv. Haereses II, 1,1).

 

Mateus escreveu para os judeus de sua terra, convertidos ao cristianismo. Era o único dos Apóstolos habituado à arte de escrever, a calcular e a narrar os fatos. Compreende-se que os próprios Apóstolos o tenham escolhido para essa tarefa. O objetivo da narração foi mostrar aos judeus que Jesus era o Messias anunciado pelos profetas, por isso, cita, muitas vezes, o Antigo Testamento e as profecias sobre o Messias. Como disse Renan, o evangelho de Mateus tornou-se “o livro mais importante da história universal”.

 

O Evangelho de São Mateus tem seis grandes partes: 1 – A Infância de Jesus (caps. 1 e 2); 2 – Começo da missão de Jesus (3-4); 3 – o Sermão da Montanha; 4 – Ministério de Jesus na Galileia (8 a 18), no cap. 13, Mateus narra sete Parábolas do Reino de Deus; 5 – Ministério de Jesus na Judeia (19 a 25); 6 – Paixão e Ressurreição de Jesus (26 a 28). Esse é o Evangelho mais longo de todos, bem escrito e detalhado.

 

Portanto, o Ano A é uma oportunidade de se conhecer e meditar bem esse Evangelho, escrito por alguém que conviveu com Jesus e que mostra detalhes muito importantes de Sua vida e de Seu ensinamento. É um convite para que participemos, assiduamente, da Santa Missa neste ano.

Data: 26/11/2019

Comentários

Subir


Facebook
Telefone: (62) 3584-3843
Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1 – Setor Expansul - Aparecida de Goiânia/GO - Brasil Cep 74986-250
Copyright © 2019 - Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.