..: Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus :..


Redes Sociais

  • Facebook
  • Youtube

Goiânia, 14 de Dezembro de 2019

Formação - Por que dois adultos que tenham consentido não podem fazer sexo?

Por que dois adultos que tenham consentido não podem fazer sexo?

POR QUE DOIS ADULTOS QUE TENHAM CONSENTIDO NÃO PODEM FAZER SEXO?

 

como-chegar-em-uma-mulher-na-balada-1280x720

 

Dois adultos que tenham consentido podem fazer sexo. O que devemos perguntar é o seguinte: é bom para eles fazê-lo? O que as pessoas estão dizendo umas às outras por meio do sexo? Isso está de acordo com o verdadeiro significado do sexo? Está de acordo com a dignidade da pessoa? É honesto? É amoroso? Iremos abordar essas questões ao longo deste capítulo. Por enquanto deixe-me oferecer algumas observações preliminares.

 

 


Quando a primeira edição deste livro saiu, no ano 2000, o sexo já estava desconectado do casamento, mas ainda havia uma conexão geral na cabeça das pessoas entre o sexo e o amor. Hoje, a cultura do sexo sem compromisso praticamente apagou a noção de que o amor precisa ter algo a ver com o sexo. Como um estudante universitário colocou: "No passado seria - deixe-me levá-la para um encontro, vamos nos conhecer um pouco mais antes de ir mais além. Hoje, ao contrário, você consegue o telefone da menina e a leva para a cama". Ele continua: "Sexo não é nada. Sexo não significa mais nada. Sexo é apenas prazer".

 

 


"Nossa geração desistiu do amor. É mais fácil encontrar um parceiro sexual do que um namorado", observou uma estudante universitária que estava na praia durante o spring break. "O amor não é real", outra insistiu. "É uma coisa fictícia que a sociedade inventou para que uma pessoa pudesse fazer sexo com outra".

 

 


Apesar de ser difícil encontrar uma avaliação mais depressiva e pessimista dos relacionamentos humanos, eu acredito que essa jovem cínica tem algo a nos dizer. Se ela está dizendo: "Olha, se você está nessa apenas pelo prazer, não disfarce o que você está fazendo com mentiras fictícias sobre o amor", então, nesse ponto, ela está inteiramente de acordo com João Paulo II. O que costumamos chamar de amor, insistia ele, equivale a pouco mais do que duas pessoas usando-se uma à outra - o exato oposto do amor."

 

 


Entretanto, enquanto essa jovem se rende a uma visão do sexo vazia de qualquer esperança de amor, a Igreja insiste em dizer que, mesmo que a luxúria e o egoísmo nos levem a usar uns aos outros, sempre existe a possibilidade de passar da luxúria para o autêntico amor de autodoação. E em tudo o que ela ensina sobre sexo, incluindo o ensinamento de abster-se dele até o casamento, a Igreja está defendendo essa esperança no mundo: o amor é real, o amor é possível; você não está louco por desejar ser amado por aquilo que você realmente é; você não está louco por querer ser amado para sempre; acredite no amor verdadeiro e não aceite nada menos!

 

 

RETIRADO DE: ‘Boas Novas Sobre Sexo e Casamento’ - Respostas Para as Suas Principais Dúvidas Sobre o Ensinamento Católico / Christopher West.

► Leia os textos anteriores aqui no site.

Data: 03/12/2019

Comentários

Subir


Facebook
Telefone: (62) 3584-3843
Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1 – Setor Expansul - Aparecida de Goiânia/GO - Brasil Cep 74986-250
Copyright © 2019 - Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Todos os direitos reservados.